6out/210

Nova operação para investigar irregularidades no Pdaf

A Delegacia de Repressão à Corrupção (Decor) e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (6/10), mais uma operação conjunta para apurar irregularidades na utilização de verbas do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf).

A Operação Nota Zero investiga um possível esquema para desviar recursos destinados a reformas em escolas públicas da Coordenação Regional de Ensino (CRE) do Recanto das Emas. Foram apreendidos, aproximadamente, R$ 40 mil reais, US$ 3 mil dólares e uma arma.

Donnysilva

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
6out/210

Nasce o partido União Brasil com a fusão do DEM e PSL nesta quarta

A fusão venceu por quase uma unanimidade, por exceção do voto contrário do ministro Onyx Lorenzoni

 

A fusão dos partidos Democratas (DEM) e do Social Liberal (PSL) deve ser oficializada nesta quarta-feira (6), durante Convenção Nacional. Serão realizadas duas reuniões, de manhã o DEM delibera a união dos partidos e à tarde, em uma convenção conjunta será anunciado o resultado da votação.

A fusão dos partidos foi aprovada quase por unanimidade, somente o ministro Onix votou contrário à medida.

O presidente nacional do DEM, Antônio Carlos Magalhães Neto, abre os trabalhos do colegiado e anuncia que os esforços são para “conciliar” as necessidades dos dois grandes partidos.

Voz e voto

A expectativa da junção de legendas é formar a maior bancada do Congresso Nacional. Atualmente, o DEM possui 28 cadeiras na Câmara e seis no Senado; já o PSL tem 53 deputados e uma senadora.

Onyx declarou que é importante manter a individualidade dos integrantes de ambos partidos. “Eu fui o segundo deputado mais votado do meu estado, eu me sinto no direito de estar em qualquer partido e ter voz, ter voto. Porque eu não estou aqui para representar a mim, mas aos interesses da população que me elegeu”, diz o ministro.

Para apresentar um contraponto, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, informou que a garantia da reserva de 3/5 para votação é essencial aos interesses do DEM, que possui menos representantes nas Casas Legislativas.

“Os partidos estão desidratando, os partidos não existem. Essa é a iniciativa do presidente ACM Neto, foi a atitude mais lucida desse país. Se nós trouxéssemos todos os deputados e senadores para o voto, não iriamos decidir nenhuma matéria favorável a nós. Eles [PSL] tem uma ampla vantagem de deputados sobre nós, o DEM estaria entrando sem nenhuma condição de disputa. Nós não estamos excluindo ninguém, estamos fazendo com que cada parlamentar que não tem direito a voto, terá lá”, diz Caiado.

União Brasil 

O segundo encontro com representantes do DEM e PSL é oficializada a instituição do União Brasil. Dentre os participantes dos partidos, representaram as legendas a senadora Soraya Thronicke, o ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta, o deputado federal Luciano Bivar e o jornalista José Luiz Datena, nome ventilado para a presidência 2022.

Bivar foi eleito presidente do União Brasil, mantendo o posto que já ocupava no PSL nacional.

O senador Davi Alcolumbre  procedeu a leitura de carta enviada pelo presidente do senado, Rodrigo Pacheco, que não pode participar do evento por cumprir missão em Roma, para a pré-COP 26.

O comunicado parabeniza a fusão e os presidentes dos dois partidos, Bivar e Neto. “Sem a menor sombra de dúvida, a fusão marcará a historia e o destino do partido. Que a união pretendida dos dois partidos possa gerar frutos para a nova agremiação, bem como para o nosso país”, diz carta de Pacheco.

Luciano Bivar anuncia, mais uma vez, as demandas de Onyx Lorenzoni, dentre as quais a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. O tema foi indeferido por Bivar, que justificou ser antecipação eleitoral, e que “decisão será oportunamente tomada”.

Efraim Filho, líder do DEM na Câmara, faz discurso e comemora a fusão. “Estamos fazendo história, o futuro há de olhar pelo retrovisor e ver essa data como uma data importantíssima. O União Brasil trará duas bancadas que têm pensado juntos, que tem identidade de agenda, em especial na agenda econômica. A agenda do Brasil sempre foi muito maior que a agenda de qualquer governo”.

Ronaldo Caiado ressalta o trabalho dos parlamentares e demais afiliados do DEM e que, para além de uma bancada maior, o União Brasil contará com a larga história do partido. “O Democratas não chega somente com números, ele chega com experiência. O Brasil tem jeito, o Brasil tem rumo e o Brasil tem União e vitória”, diz o governador.

Diário do Poder

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
6out/210

Brazlândia: Com as novas regras eleitorais a cidade deverá ter poucos candidatos

Com o novo cenário já tem grupo político de fora comemorando o número reduzido de candidatos em Brazlândia

A nova regra eleitoral aprovada pela Câmara Federal e Senado deverá apresentar uma reanálise do processo de escolha dos futuros candidatos as casas legislativas.

Com o fim das coligações os partidos se vêem obrigados a realizar um processo seletivo para não correr o risco de não atingirem o coeficiente eleitoral. As principais lideranças partidárias do DF já iniciaram uma verdadeira "caçada" nas regiões administrativas com a proposta de arregimentar para suas legendas nomes que possam somar inicialmente a casa dos mil votos ou próximo disso.

A relação inicial para análise dos partidos começa por nomes que já disputaram a eleição de 2018 e que tenham atingido os quatro dígitos enquanto a segunda vertente será pela a buscar de nomes que demonstrem densidade eleitoral nas cidade, mesmo não tendo participado de nenhum pleito eleitoral.

Em Brazlândia as novas regras eleitorais deverá sepultar automaticamente de três a quatro pré-candidaturas dos chamados candidatos nanicos e sem expressão de voto.

Os analistas de plantão da cidade acreditam que a cidade de Brazlândia deverá ter no máximo cinco candidatos a distrital e um a federal.

Façam suas apostas!

Redação

Quero CompartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn