24jun/220

Reguffe lança pré-candidatura ao governo e diz que não disputará a reeleição

ANA MARIA CAMPOS

Em pronunciamento de sete minutos, o senador José Antônio Reguffe (União-DF) anunciou hoje (24) que será candidato ao Governo do Distrito Federal. Ele se comprometeu a fazer uma gestão com foco na saúde e na geração de empregos e, em nome de um pacto para Brasília, não concorrerá à reeleição caso seja vitorioso em outubro.

Reguffe fez um balanço de sua trajetória política. Disse que disputou três eleições até conquistar o primeiro mandato de deputado distrital, em 2006. Mas teve a aprovação a ponto de, em 2010, ser o deputado federal mais votado do DF e proporcionalmente o mais votado no país.

Quatro anos depois conquistou o mandato de senador, com mais votos que todos os outros sete candidatos juntos. “Agora eu devo à população do Distrito Federal uma candidatura a governador. Talvez não fosse o caminho mais cômodo ou confortável para mim, mas eu devo à população essa candidatura”, disse Reguffe.

Entre os compromissos, prometeu fazer mutirões para cirurgias na rede pública de saúde. “Nós temos hospitais, como o Base, que tem 16 centros cirúrgicos. Vocês sabem quantos funcionam na madrugada? Só dois para urgência. Vocês sabem quantos funcionam nos finais de semana? Só dois para urgência. Ficam 14 ociosos, vazios. Nós temos que marcar cirurgia eletiva uma da manhã, duas da manhã, três da manhã, quatro da manhã, cinco da manhã, seis da manhã. Fazer mutirão de cirurgias”, afirmou.

Reguffe defendeu uma alternativa de governo no DF, mantendo o que há de bom e mudando o que está ruim. “Nós precisamos oferecer ao Distrito Federal uma nova alternativa, uma alternativa que continue as coisas que estiverem boas. Tem muitas coisas boas também que precisam ser continuadas. E que mude as coisas que não estiverem boas. Uma candidatura que não se preocupe com reeleição”.

Na mensagem, Reguffe sinalizou para os partidos que não governará com perseguições e abrirá espaço para outros grupos que desejarem disputar o governo em 2026. “Assumo aqui o compromisso de não ser candidato à reeleição para que tenha um governo de quatro anos que una a cidade, que faça dar certo. Nós precisamos ter um governo que dê certo. Não serei adversário de ninguém daqui a quatro anos”.

 

 

24jun/220

Metrópoles/Ideia: Conheça os nomes apontados pelos eleitores do DF para deputado distrital

Treze dos 24 atuais deputados distritais foram citados pelos eleitores, quando questionados em quem votariam nas eleições

Fotografia colorida mostra, do alto, plenário legislativoRafaela Felicciano/Metrópoles

Os eleitores do Distrito Federal citaram 49 nomes quando questionados em quem votariam para deputado distrital, caso as eleições fossem hoje, segundo a pesquisa Metrópoles/Ideia divulgada nesta sexta-feira (24/6). Mas é grande o percentual de cidadãos que disseram não saber em quem votar: 66,8%.

A pesquisa é espontânea, ou seja, os entrevistados citam o nome de quem votariam, sem que as opções sejam previamente exibidas.

A diferença de pontuação é apertada. Professora Deusinha tem 1,4% das intenções de voto e aparece em primeiro lugar. Logo atrás, estão Erika Kokay (PT), com 1,1%, seguida de Bia Kicis (PL) e Milena Câmara (PP), indicadas por 1% do eleitorado.

Entre os atuais 24 deputados distritais, 13 foram indicados pelos eleitores. São eles: Delegado Fernando Fernandes (Pros), Martins Machado (Republicanos), Fábio Felix (PSol), João Cardoso (Avante), Robério Negreiros (PSD), Roosevelt Vilela (PL), Reginaldo Veras (PV), Claudio Abrantes (PSD), Iolando (MDB), José Gomes (PP), Leandro Grass (PV), Agaciel Maia (PL) e Jorge Vianna (PSD).

No total, 11,4% dos eleitores responderam que vão votar branco ou nulo. E 1,1% citou outros nomes.

Veja o resultado:

 

Pesquisa

Metrópoles divulgará uma série de pesquisas eleitorais encomendadas pelo portal ao Instituto Ideia. Os levantamentos para aferir a preferência do eleitorado brasiliense serão publicados até a véspera do segundo turno.

Foram entrevistadas 1.200 pessoas na faixa etária de 16 anos ou mais, com Título de Eleitor, em todas as regiões administrativas do Distrito Federal, entre os dias 16 e 21 de junho.

A pesquisa quantitativa foi realizada com aplicação de questionário estruturado, por meio de inquérito telefônico, com plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução e nível econômico do entrevistado.

A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%.

Metrópoles

24jun/220

Metrópoles divulga pesquisa com Iolando como primeiro do MDB para distrital

Iolando Almeida

A pesquisa para distrital anima o distrital Iolando que buscará a reeleição

O partido do governador Ibaneis Rocha tem ampla chances de eleger pelo menos três deputados distritais com chances de alcançar um quarto nome dependendo das ações do atual comandante do GDF.

Na mais recente pesquisa Metrópoles/ Ideia divulgada nessa quinta-feira (24) o distrital Iolando lidera na intenção de voto para distrital entre os pré-candidatos do MDB.

O parlamentar Iolando que representa a pessoa com deficiência foi o mais citado entre os nomes do MDB e único lembrado da cidade de Brazlândia.

Ao aparecer como um dos nomes mais fortes do DF, Iolando, acredita que a defesa da pessoa com deficiência na Câmara Legislativa precisa continuar;" Fico feliz que Brasília tem reconhecido o nosso trabalho nas mais recentes pesquisas. Continuaremos nosso trabalho na defesa da pessoa com deficiência e de todos os moradores do DF", disse Iolando ao grupo.

De Brazlândia só Iolando foi lembrado

A pesquisa Metrópoles/ Ideia apresentou um resultado interessante para a pacata cidade de Brazlândia.

Dentre todos os nomes citados na intenção de voto espontânea,  somente o distrital Iolando foi lembrado pelo o eleitorado e surge como o único nome da cidade de Brazlândia com chances reais de eleição em outubro próximo.

Redação

INFORMAÇÕES METRÓPOLES

A pesquisa é espontânea, ou seja, os entrevistados citam o nome de quem votariam, sem que as opções sejam previamente exibidas.

Veja o resultado:

 

Pesquisa

Metrópoles divulgará uma série de pesquisas eleitorais encomendadas pelo portal ao Instituto Ideia. Os levantamentos para aferir a preferência do eleitorado brasiliense serão publicados até a véspera do segundo turno.

Foram entrevistadas 1.200 pessoas na faixa etária de 16 anos ou mais, com Título de Eleitor, em todas as regiões administrativas do Distrito Federal, entre os dias 16 e 21 de junho.