28ago/120

Começa recuperação da avenida Elmo Serejo

Serão investidos R$ 10 milhões na obra. Recurso foi liberado pela Junta de Execução Orçamentária, presidida pelo governador Agnelo Queiroz

Brasília,27 de agosto de 2012 –Depois dos eixinhos e das W3 Sul e Norte, é a vez de a avenida Elmo Serejo,entre Taguatinga e Ceilândia, ser contemplada com obras de restauração. Ostrabalhos começam nesta segunda-feira (27), às 22h, e serão estendidos até as5h. A intervenção deve ser concluída em 90 dias e custará R$ 10 milhões, verbaliberada pela Junta de Execução Orçamentária (JEO), coordenada pelo chefe daCasa Civil, Swedenberger Barbosa, e presidida pelo governador Agnelo Queiroz.

A exemplo dos eixinhos e dasavenidas W3 Sul e Norte – que já estão em obras – a recuperação da avenida ElmoSerejo será feita à noite, para evitar transtornos à comunidade ao longo dodia, quando o fluxo de veículos é intenso. O trabalho começará pelo centro deTaguatinga, logo após do viaduto do Pistão, e será executado por faixa. Nãohaverá interdição total de nenhuma pista, mas apenas pontos de retenção noslocais onde as máquinas estiverem concentradas. Serão restaurados 13km, somadosos dois sentidos da via.

“O serviço de fresagem e derecuperação da capa asfáltica vai deixar as vias em perfeitas condições detrafegabilidade e evitar o surgimento de trincas e buracos, que costumamaparecer com a chegada das chuvas”, explica o secretário de Obras, David Matos.

RiachoFundo – As obras de recuperação da avenida Sucupira, no RiachoFundo 1, também já começaram. Um total de 4km de vias estão recebendo otrabalho de fresagem e nova capa asfáltica de 3 centímetros. O valor do serviçoé de R$ 1,5 milhão, e as obras devem ser finalizadas num período de 15 dias.

Maisobras previstas – A recuperação asfáltica, que faz parte dapreparação de Brasília para receber a Copa das Confederações em 2013 e a Copado Mundo de 2014, será estendida a outras vias da capital. A L4 Sul e a W4 Sulsão as próximas a serem recuperadas. A intervenção começa em 9 de setembro. Agência Brasilia.