20jun/120

Distrito Federal marca presença na Rio+20

Governador do DF participa de solenidade com presidenta da República em que representantes dos 193 países membros da ONU receberão o documento “O Futuro que Queremos”. Governador lançou hoje projeto inovador de plantio virtual de mudas do cerrado

 Brasília, 20 de junho de 2012 – O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, participa, na tarde desta quarta-feira (20), da solenidade de abertura da Cúpula de Chefes de Estado da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), com a presidenta Dilma Rousseff, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e dezenas de chefes de Estado.

Durante a solenidade, os representantes dos 193 países signatários da ONU receberão o documento “O Futuro que Queremos”, devidamente avaliado pelos negociadores, e terão até sexta-feira (22) para modificar o texto. Representantes da sociedade civil e do ramo acadêmico entregarão aos líderes uma lista com propostas relacionadas à sustentabilidade.

Plante uma árvore - Na manhã de hoje o governador Agnelo Queiroz fez o lançamento oficial do projeto Plante uma Árvore, destaque entre as 10 iniciativas apresentadas pelo GDF em seu estande na Rio+20.

Agnelo Queiroz plantou, por meio do software do projeto, uma Aroeira no Parque Bosque dos Constituintes, que fica ao lado da Praça dos Três Poderes, em Brasília, e simboliza o comprometimento do Brasil com a democracia e o meio ambiente. “A iniciativa deste projeto representa não apenas a melhoria na qualidade de vida em Brasília, mas também uma forma de incentivo ao turismo do Distrito Federal”, destacou o governador.

Diversas autoridades nacionais e internacionais participaram do lançamento. Entre eles, o embaixador e a embaixatriz da Itália no Brasil, Gherardo e Antonella La Francesca, que plantaram mudas de Copaíba. “Eu adoro esta árvore e fiquei empolgada com a inovação deste projeto”, disse Antonella.  O embaixador parabenizou a iniciativa e presenteou o governador com um broche comemorativo da Itália.

Plantio virtual – O plantio virtual das mudas está sendo realizado em três totens instalados no estande do GDF, que foi inspirado nas formas do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Mais de 2 mil mudas já foram plantadas desde o início da conferência, no dia 13.

Os visitantes que estão plantando árvores virtualmente terão a oportunidade de conferir pessoalmente o crescimento das espécies. “A ideia é criar um vínculo entre as pessoas e a natureza”, explicou o governador.

Depois da conferência, os totens serão levados às escolas, parques e pontos turísticos de Brasília para que os moradores da cidade e visitantes também possam fazer o plantio virtual das árvores.

Carta de intenções – O governador do Distrito Federal participou ontem (19) da Cúpula Mundial dos Estados e Regiões. Durante o encontro foi elaborada uma carta de intenções na qual os estados da Federação se comprometem a trabalhar juntos para tornar a economia do país mais verde, inclusiva e inteligente.

O documento, chamado de Carta dos Estados, apresenta proposta de ação com metas para os próximos quatro anos. Em 2013 o objetivo é propor e implementar plataformas regionais com indicadores que contemplam esse novo modelo econômico.

Para 2014 a carta propõe a contabilização e a avaliação dos ativos regionais de economia verde. Em 2015, a meta é criar uma legislação para desenvolver iniciativas de baixo carbono e tornar mais sustentável o saneamento das cidades. Já em 2016, pretende-se desenvolver planos e estratégias para implantar efetivamente a transição para uma economia verde na região.

Muitas iniciativas do Distrito Federal já atendem algumas das metas estabelecidas pela Carta dos Estados. Entre elas o projeto Brasília, Cidade Parque, baseado na economia verde e apresentado na conferência.

A política habitacional e de regularização do solo no DF é baseada na sustentabilidade, que também é aplicada no uso racional dos recursos naturais.

Compõem ainda a comitiva do governador na Rio+20 as secretárias de Comunicação, Samanta Sallum, e de Igualdade Racial, Josefina Serra, e os secretários de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Eduardo Brandão, de Turismo, Luiz Otávio Neves, e de Publicidade Institucional, Abimael Nunes, além do deputado federal Geraldo Magela e do presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), Vinícius Benevides.

fonte: Agência Brasilia