24out/120

Facebook tem prejuízo de US$ 59 milhões no 3º trimestre

O Facebook anunciou nesta terça-feira que a maior rede social do mundo (com mais de 1 bilhão de usuários) teve prejuízo de US$ 59 milhões no terceiro trimestre encerrado em 30 de setembro — e perdas ajustadas de US$ 0,02 por ação. Um ano antes, a empresa havia contabilizado lucros de US$ 227 milhões, ou US$ 0,10 por ação. Por outro lado, as receitas aumentaram 32% no trimestre de US$ 954 milhões em 2011 para os US$ 1,26 bilhão no mesmo período em 2012. Segundo o Facebook, o prejuízo foi causado pelo plano de remuneração com ações e outros impostos relacionados.

O diretor financeiro David Ebersman disse que o Facebook teve um "desempenho sólido" no terceiro trimestre. A rede social não divulgou previsões para o atual trimestre, uma prática que tem mantido desde o seu primeiro relatório. Excluindo impostos e outros gastos, o Facebook disse que teve lucro de US$ 0,12 por ação, um centavo acima da expectativa média de analistas... 

Receita móvel é ponto positivo

 A receita com anúncios móveis representa 14% das vendas de publicidade totais, o que analistas dizem que é algo muito positivo. — A receita de publicidade móvel foi o número que mais se destacou — disse Arvind Bhatia, analista da Sterne, Agee & Leach. — Eles estão dizendo que a receita de publicidade móvel representou 14% da receita publicitária total. Isso seria algo em torno de US$ 140 milhões e eu estava esperando um valor menor entre US$ 40 e US$ 50 milhões.

 "As pessoas que usam nossos produtos móveis são mais engajadas, e nós acreditamos que podemos aumentar esse envolvimento ainda mais à medida em que continuamos a introduzir novos produtos e a melhorar a nossa plataforma" disse o CEO Mark Zuckerberg em um comunicado. O executivo disse ainda suas equipes estão focadas em monetização. Enquanto os lucros decepcionam, as receitas se mostraram acima da expectativa dos analistas que era de US$ 1,23 bilhão.

A notícia agradou investidores e as ações subiram mais de 10% após o fechamento. Se contabilizada apenas as receitas de publicidade, os valores aumentaram 36% no ano para US$ 1,09 bilhão. Já a receita de serviços de pagamentos e outros negócios — como Facebook Credits e games sociais da Zynga — aumentaram apenas 13% para US $ 176 milhões.Informações de O Globo com agências.