19jun/120

GDF cobra na Justiça quase R$ 5 mi em multas de empresas de ônibus

Descumprimento de horários e má conservação estão entre irregularidades. G1 procurou o sindicato das empresas de ônibus, mas não teve retorno.

 Do G1 DF
Modelo de ônibus adotado no DF não tem portas nos dois lados do veículo (Foto: Reprodução TV Globo)

O governo do Distrito Federal cobra na Justiça quase R$ 5 milhões em multas não pagas pelas empresas de ônibus que operam o sistema de transporte coletivo no DF. De acordo com o DFTrans, órgão que regula o transporte, quase 10 mil autos de infração envolvendo 15 empresas foram inscritos na dívida ativa entre 2003 e 2011.

Entre as principais irregularidades cometidas estão o não cumnprimento dos horários de viagens, má conservação de veículos e vistorias vencidas, segundo o chefe da assessoria jurídica legislativa do DFTrans, Samuel Santos.

G1 procurou o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Coletivos (Setransp), mas não teve retorno até a publicação desta reportagem.

Santos explica que o DFTrans não costumava cobrar a infração de todas as empresas. “O que percebemos é que, antes da nossa gestão, as empresas menores eram cobradas, as maiores não eram. Não sabemos o motivo, mas estamos fazendo o resgate dessas cobranças.”

Ainda segundo Samuel Santos, a rotina da cobrança das dívidas vencidas começou a partir de 2011. “Cerca de R$ 800 mil já foram pagos. Desse total, R$ 500 mil a R$ 600 mil foram pagos administrativamente, o restante, por meio da Justiça”, disse.