13jul/120

Governador inaugura viaduto de acesso ao Núcleo Bandeirante

 Obra batizada em homenagem ao ex-presidente João Goulart beneficiará 100 mil usuários que utilizam diariamente a EPNB

Governador inaugura viaduto de acesso ao Núcleo Bandeirante 

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, e do vice-governador, Tadeu Filippelli, inaugurou na manhã desta sexta-feira, o viaduto Presidente João Goulart, que dá acesso ao Núcleo Bandeirante. A partir de hoje, o retorno provisório com semáforo, feito por conta das obras, será fechado permanentemente. 
 
“Aqui passam mais de 100 mil automóveis todos os dias. É um benefício direto para quem mora no Núcleo Bandeirante e no Park Way, mas vai beneficiar também quem mora no Riacho Fundo I e II, em Taguatinga, Samambaia e no Recanto das Emas, além de todas as pessoas que se dirigem à saída do DF”, destacou o governador. “Quando chegamos aqui, tinha apenas um esqueleto no meio da estrada. Esta obra é marca da nossa competência em usar o recurso público de forma eficiente”, acrescentou.
 
O viaduto fica na DF-075, conhecida como Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB) e tem como objetivo facilitar o tráfego de aproximadamente 100 mil veículos que utilizam a rodovia diariamente.
 
Na primeira etapa da obra, iniciada em novembro de 2009, foi construída a base do viaduto, com um investimento de R$ 6 milhões. Nesta segunda etapa, o governo aplicou R$ 16,8 milhões para executar o elevado e seu complexo viário, que compreende os encabeçamentos (ligações da via com o viaduto), as sinalizações horizontais e verticais, os meios-fios e a urbanização da pista.
 
O vice-governador do DF, Tadeu Filippelli, lembrou uma série de investimentos da atual gestão na área de Transportes. “Encontramos muitas obras paralisadas no DF. Em um ano, seis meses e 12 dias concluímos inúmeros projetos em benefício da população”, afirmou. 
 
Homenagem – O administrador do Núcleo Bandeirante, Elias Dias, ressaltou a importância da escolha do nome do viaduto, sugerido pelos pioneiros da cidade em homenagem ao ex-presidente João Goulart, que decretou a Lei 4.020, em 1961, considerando o Núcleo Bandeirante uma cidade satélite do DF. “Ele fixou a nossa cidade aqui, em cerimônia realizada em praça pública. É uma homenagem mais do que justa”, salientou.

 

fonte: Agência Brasilia