14ago/120

Jovem pode ter morrido por engano em briga de gangues no DF, diz polícia

Rapaz de 18 anos foi assassinado nesta segunda em São Sebastião. Polícia prendeu cinco suspeitos, que não quiseram comentar o caso.

Do G1 DF

Cinco homens foram detidos na noite desta segunda-feira (13) suspeitos de assassinar um jovem de 18 anos em suposto acerto de contas entre gangues, em São Sebastião. O crime ocorreu por volta das 21h desta segunda. Júnior Meirelles de Britto foi morto com seis tiros. Ele chegou a ser encaminhado para o posto de saúde da cidade, mas não resistiu.

Os suspeitos apontados como responsáveis pelo homicídio não quiseram se pronunciar sobre o caso.

A polícia acredita que Júnior não era o alvo inicial dos suspeitos. De acordo com o delegado Bernardo Carvalho, da 30ª DP, não existe confirmação de que o garoto era integrante de nenhuma gangue.

O delegado disse, porém, que a briga entre o Bairro Centro e o Bairro da Vila Nova, ambos em São Sebastião, pode ser causa necessária para o crime. “Não temos certeza se ele (Júnior) era integrante de alguma gangue. No entanto, a suposta convivência com membros de gangues já é suficiente para que o crime seja cometido”, relatou o delegado.

 Eles serão encaminhados para o Departamento de Polícia Especializada (DPE), onde ficarão à disposição da justiça.