29set/120

Morre Hebe Camargo

 

 

Hebe Camargo morreu aos 83 anos na madrugada deste sábado (29).A apresentadora sofreu uma parada cardíaca, enquanto dormia, segundo informações da assessoria de imprensa do SBT. O velório está sendo realizado neste momento no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo, no Morumbi.

Corpo da apresentadora chegou ao local por volta das 19h03, carregado pela Guarda de Honra da Polícia Militar de São Paulo. Seis cadetes (cinco homens e uma mulher) carregaram o corpo da apresentadora até o local.

Recentemente, a loira comemorou a volta para a emissora de Silvio Santos, após um ano de incertezas. Hebe rescindiu o contrato com a RedeTV!, sua última emissora, e nem chegou a reestrear na nova casa. Segundo amigos próximos, Hebe estava muito feliz em poder voltar a trabalhar com seu amigo e antigo patrão. O ano de 2012 foi difícil para a apresentadora, que foi internada algumas vezes.

Hebe travava uma luta contra o câncer desde 2010, quando foi diagnosticado um tumor no peritônio (membrana que reveste os órgãos digestivos). Ela passou por sessões de quimioterapia durante meses, com um breve período de pausa entre abril e setembro de 2011.
Em março deste ano, a apresentadora também precisou ser operada às pressas. Na ocasião, a cirurgia foi feita com urgência para retirar um tumor que causava obstrução intestinal.Sua última internação foi em agosto de 2012.

Dilma lamenta morte de Hebe...

A presidente Dilma Rousseff divulgou neste sábado (29) uma nota oficial sobre a morte da apresentadora Hebe Camargo. No documento, a presidente se refere a Hebe como “minha querida amiga” e diz que ela foi “uma das mais importantes personalidades da televisão brasileira.”

Hebe morreu em São Paulo neste sábado, aos 83 anos. Ela lutava contra o câncer desde 2010 e morreu, segundo a assessoria do SBT, após sofrer uma parada cardíaca, ao se deitar para dormir, nesta madrugada. Dilma destaca na nota a carreira de Hebe, sua atuação como cantora e atriz e diz que ela foi “pioneira nos programas de entrevistas”, com “uma grande sintonia com o público.”

“Milhares de fãs em todo o Brasil perdem hoje a alegria de Hebe, uma grande artista”, diz Dilma na nota, em que se solidariza com “a dor e tristeza” da família da apresentadora, amigos e telespectadores.

 Leia, abaixo, a íntegra da nova:

Nota à Imprensa

Recebi hoje, com tristeza, a notícia do falecimento de uma das mais importantes personalidades da televisão brasileira, a minha querida amiga Hebe Camargo.

Hebe iniciou sua carreira como cantora, atuou como atriz e foi pioneira nos programas de entrevistas. Com sua simpatia e espontaneidade, recebeu, ao longo de seis décadas, as mais diversas personalidades em seus programas de televisão, mantendo sempre uma grande sintonia com o público.

Milhares de fãs em todo o Brasil perdem hoje a alegria de Hebe, uma grande artista. Neste momento de dor e tristeza, quero me solidarizar com sua família, seus amigos e todos os telespectadores brasileiros.

Dilma Rousseff Presidenta da República