11out/120

Pela mobilização da juventude

 Projeto Gente Jovem Reunida, lançado nesta quarta-feira pelo governador Agnelo Queiroz, tem o objetivo de estimular a juventude local a participar da eleição do Conselho de Juventude do Distrito Federal

O Governo do Distrito Federal adotou, nesta quarta-feira (10),  mais uma medida para consolidar as políticas públicas voltadas para a juventude. O governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, lançou o projeto Gente Jovem Reunida, que vai estimular os jovens a participarem da eleição do Conselho de Juventude do Distrito Federal (Conjuve-DF). A ideia é incluir no debate parcela significativa dos 734 mil habitantes de 15 a 29 anos do DF, o equivalente a um terço do total de sua população, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2011 (Pnad).
 
 “É um instrumento de participação, elaboração, acompanhamento e fiscalização do nosso governo para permitir a inclusão do jovem de forma institucionalizada”, destacou o governador.
 
Iniciativa da Coordenadoria de Juventude, da Secretaria de Governo, a ação tem como meta reunir a maior parte possível do contingente jovem, representado por organizações e movimentos, para trabalhar na definição das políticas públicas para o segmento.
 
O governador Agnelo Queiroz também ressaltou o esforço do governo em garantir direitos e oportunidades à juventude. “É uma política de governo. Todas as secretarias têm uma parcela de envolvimento e responsabilidade”, afirmou.
 
Futuro melhor – De acordo com coordenador de Juventude do DF, Carlos Odas, a próxima etapa do projeto é levar a mobilização para as regiões administrativas. “Vamos fazer isso por meio de atividades, encontros e debates em escolas e universidades. A meta é aproximar o jovem da participação direta para a construção das políticas públicas.”
 
A Secretaria de Governo reconhece a necessidade de esforços e ações para a consolidação da Política Distrital de Juventude, que permitam aos jovens, em especial aos de baixa renda, estruturar projetos de vida, estudar, trabalhar, mover-se pela cidade, morar dignamente, ter tempo e condições para fazer e viver a cena cultural da cidade. “A sociedade funciona a partir das organizações políticas. Queremos abrir espaço para trazer todos esses atores para a construção de um futuro melhor”, afirmou o secretário de Governo, Gustavo Ponce.

Segundo a secretária Nacional da Juventude, Severine Macedo, a integração entre governo distrital e federal é importante aliança para a consolidação do Conjuve-DF. Ela destacou que as conferências e debates demostram que o conselho não só legitimará o processo participativo do jovem. “Sem a criação do Conjuve e incentivo às políticas públicas não haverá um fortalecimento da agenda da juventude”, analisou.

Também estavam presentes na cerimônia os secretários da Casa Civil, Swedenberger Barbosa; da Criança, Rejane Pitanga; da Igualdade Racial, Josefina dos Santos; de Comunicação Social, Samanta Sallum; de Publicidade, Abimael Nunes; chefe da Casa Militar, coronel Rogério Leão; o administrador regional de Brasília, Messias Souza; o deputado distrital Evandro Garla; e o gerente de Comunicação da Petrobras em Brasília, Samuel Magalhães,  entre outras autoridades e representantes do Comitê da Juventude.

 

fonte: Agência Brasilia