9jul/120

Secretaria de Segurança Pública divulga balanço criminal

Dados mostram os primeiros avanços do Programa Ação pela Vida

A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) divulgou nesta segunda-feira, 9, o balanço criminal da semana passada (2 a 8 de julho) e os resultados relativos ao mês de junho de 2012. Nos últimos sete dias, as ocorrências de homicídio, por exemplo, passaram de 12 para 10 casos em comparação com a semana anterior. Em cerca de 70% desses homicídios, armas de fogo foram utilizadas. Dentre as vitimas identificadas, 90% são do sexo masculino e 33% estão entre 18 e 24 anos de idade.

O crime de Roubo com Restrição de Liberdade também teve sofreu uma diminuição, três a menos que a semana anterior. Os locais onde houve ocorrências foram: Gama, Taguatinga. Samambaia, Recanto das Emas, Lago Sul, Águas Claras e Riacho Fundo I.

Para o secretário adjunto de Segurança Pública, Cel. Jooziel de Melo Freire, os dados foram bastante positivos, principalmente aqueles verificados durante o final de semana. “Houve uma redução significativa em relação aos crimes de homicídio e de restrição de liberdade. Sinal de que aos poucos estamos conseguindo alcançar algumas de nossas metas” explicou.

 Em relação ao mês anterior, houve uma redução de 3% na criminalidade em todo o DF. Somente na Área Integrada de Segurança Pública (AISP) Metropolitana, a queda chegou a 5%. Os Crimes Contra o Patrimônio caíram em todas as quatro AISP (Metropolitana, Leste, Sul e Oeste). Os Roubos com Restrição de Liberdade apresentaram queda de 16% em todo o DF. Também os Roubos de Veículo decresceram (10%).

 Para o Comandante-Geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Cel. Suamy Santana, os bons resultados são fruto do trabalho integrado de todas as forças. “A polícia está migrando junto com os criminosos. O bandido muda de lugar, hora e dia da semana em função do trabalho repressivo. Os finais de semana são sempre bastante agitados, mas devido ao trabalho conjunto que estamos desenvolvendo, é notória a redução certos tipos de crimes e também de incidentes em alguns dias da semana”, destacou.

 O Diretor-Adjunto da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), Delegado Watson Warmling, comentou que desde o lançamento do Programa Ação pela Vida, a PCDF conseguiu aumentar a prisão de quadrilhas e também o cumprimento de mandados de busca e apreensão de menores. “Essa integração vem facilitando nossa atuação, o que se traduz em respostas mais rápidas e eficazes”, disse.

 Comparado com o mesmo período do ano anterior, neste primeiro semestre e 2012 32 vidas foram poupadas no trânsito, com destaque para a redução de atropelamentos de pedestres (-35%) e acidentes envolvendo bicicletas (-27%).  O registro de mortos por 10 mil veículos nos últimos 12 meses foi de 3,2 – o menor índice já observado no Distrito Federal. “O índice apresentado está muito próximo do recomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para países em desenvolvimento, que é de 3,0”, comentou o Diretor-Adjunto do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF), Rômulo Félix.

 A apreensão de drogas teve um aumento de 14,2% no último trimestre, ao passo que a apreensão de armas um aumento de 40% nesse mesmo período. No total, foram retiradas de circulação 522 armas no mês de junho, 254 a mais que o total recolhido no mês anterior. Vale destacar que a maioria das armas apreendidas são revólveres e pistolas.

 Transparência

 Desde o mês de junho de 2012, a SSP/DF divulga um balanço criminal para toda a imprensa. Às segundas-feiras, ocorre a coletiva de imprensa semanal e, na primeira semana de cada mês, a coletiva mensal. Ambas acontecem às 15h, no auditório do edifício-sede do órgão.

 

fonte: Ascom SSP-DF