18set/120

Shopping popular terá agência do BRB, Posto do Detran e do Na Hora

 

A Superintendência de Patrimônio Público (SPU-DF) passou ao Governo do Distrito Federal, na manhã de hoje (18), a concessão do shopping popular de Brasília. O termo foi assinando em evento que ocorreu no local com a presença do deputado Chico Vigilante, líder do Bloco PT/PRB. O termo de concessão da área para o GDF possibilita que equipamentos públicos do governo possam ser instalados no local.

 O deputado Chico Vigilante, líder do Bloco PT/PRB, um dos grandes lutadores pelo revigoramento do shopping popular, explicou aos feirantes que o evento de hoje foi o desenrolar de mais um gargalo com o objetivo de atrair clientes para a feira. O parlamentar relembrou a novela da construção do shopping. “A destinação dada inicialmente era apenas para boxes de feirantes, por isso nós fomos atrás da SPU para pedir autorização para instalar equipamentos públicos aqui dentro, com a finalidade exclusiva de atrair fregueses para vocês”.

Chico explicou também todo o caminho traçado pelo governo até a autorização pela SPU. Inicialmente, a área pertencia ao Exército que cedeu à SPU, que por sua vez repassou ao GDF. “O nosso objetivo maior aqui hoje é tirar vocês da situação de penúria em que a maioria se encontra, ao ponto de ter de vender o almoço para comprar a janta”, enfatizou Chico Vigilante.

De acordo com o superintende da SPU no DF, Evaldo Santana, o Exército concedeu uma acréscimo de terra. De 20 mil metros quadrados aumentou a área para 26 mil metros quadrados...

O diretor financeiro do BRB, Alair Mathias observou que a expectativa da direção do BRB é entregar a agência em no máximo nove meses. “A nossa decisão em janeiro deste ano era a de remover o posto do banco daqui, mas tomamos a decisão de reverter isso para ajudar vocês”, explicou. E disse que o projeto de construção da agência já foi elaborado. Alair ressaltou também que o BRB estuda a criação de uma linha de crédito com juros facilitados para os feirantes incrementar o negócio deles. Além de também renegociar dívidas antigas com juros abaixo do mercado.

 Na Hora e Detran

O secretário de Justiça e Cidadania, Alírio Neto, apresentou o projeto de uma unidade do Na Hora que será instalado no subsolo nos mesmos moldes do que foi construído no shopping popular da Ceilândia. Alírio explicou que a Sejus não tem recurso para a obra, mas atende a um pedido do governador Agnelo que estuda o remanejamento de recursos.

“O Na Hora da Rodoviária do Plano atende hoje cerca de 50 mil pessoas. A expectativa do governo é desafogar o Na Hora do Plano e atrair essas pessoas para fazer os serviços que precisarem aqui no shopping popular”, disse. O posto ocupará uma área de 2.500 metros quadrados e contará com serviços da SETRAP, SEJUS, AGEFIS, TJ, PROCON, DFTRANS, Polícia Federal com emissão de passaporte etc.

Um posto do Detran também ocupará uma área de 6 mil metros quadrados no subsolo do shopping e um outro na área externa para vistoria de automóveis. Segundo Bezerra, cerca de quatro mil pessoas passam pelo posto do SIA que será fechado e transferido para o shopping popular.
Chico Vigilante encerrou o evento afirmando: “Nós não estamos aqui falando apenas por nós, mas principalmente pelo governador Agnelo e pelo vice Filippelli. O que nós dissemos hoje aqui será feito”.

fonte: estaçãodanoticia