3jun/120

STF adota medidas para evitar atraso no julgamento do mensalão

Foto

 O presidente do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, prepara em conjunto com os colegas alguns antídotos para anular possíveis estratégias usadas pelos advogados dos réus do mensalão para retardar o julgamento do processo. Britto pediu à Defensoria Pública que preparasse de cinco a sete defensores para que fiquem de sobreaviso.

 Eles serão sacados para atuar no julgamento caso algum dos advogados peça adiamento da sessão por estar doente ou se algum dos réus convenientemente destituir seu advogado e pedir prazo para contratar um novo defensor. Problemas como esses poderiam provocar o adiamento da sessão por semanas. Esses defensores públicos estudam o caso desde abril.

Os ministros tentarão acelerar também a publicação do acórdão com a íntegra do relatório do caso, os votos de cada ministro e os debates travados na sessão, e a ementa do julgamento, o que geralmente demora meses par acontecer.

 

fonte: blogdoclaudiohumberto