11set/120

Verdades e mentiras da política do DF

 

 1 - Adversários garantem que são cada vez mais frequentes os encontros entre o presidente da Câmara Legislativa do DF, Patrício, e o empresário e ex-deputado distrital Leonardo Prudente. Durante os supostos encontros, a dupla traça cenários políticos e econômicos.

2 – Apesar do presidente do PMDB-DF, Tadeu Filippelli, estar fazendo o tipo low profile, alguns peemedebistas andam dizendo que o partido já teria tomado uma decisão: se o PT não mudar o comportamento com o PMDB o acordo termina em março de 2013. A partir daí, cada um segue o seu caminho, novo ou velho.

3 - Depois dos depoimentos na Justiça do delator do Mensalão do DEM, Durval Barbosa, e do deputado distrital Aylton Gomes, os próximos a serem ouvidos são Roney Nêmer e Benedito Domingos.  Os dois estariam perdendo muitas noites de sono.

4 – Apesar das piadas do mundo político contra o presidente do DEM-DF, o ex-deputado federal Alberto Fraga manda um recado: “O DEM está vivo, livre dos fisiologistas e vai ter bons nomes para a disputa eleitoral em 2014”. Aguardemos.

5 – Na próxima terça-feira integrantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) farão uma visita à Unidade de Internação do Plano Piloto (UIPP), antigo Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje). Três internos foram mortos nos últimos 20 dias. Tudo fruto do descaso dos governos.

6 – O deputado distrital Agaciel Maia vai pilotar o PTC no Distrito Federal. Promete uma grande uma grande campanha de filiação. A ordem é fazer um PTC forte no DF.

7 – Pensando bem: quem será o grande puxador de votos do PEN no DF nas próximas eleições? Afinal de contas, o partido só existe dentro da Câmara Legislativa.

8 – O GDF tem hoje 46 secretarias, um recorde histórico. Mesmo assim, a deputada distrital Arlete Sampaio (PT) quer criar o Instituto Lúcio Costa, um concorrente do Iphan, para aumentar o zelo com o patrimônio histórico do DF. Será que vai virar cabide de emprego? A deputada jura que não.

9 – Há quem diga que a criação do Instituto Lúcio Costa é um sinal para se voltar a discutir a 901 Norte, um desejo do GDF. Aliás, a minuta do projeto de lei complementar do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília – PPCUB – já circula entre os deputados da Câmara Legislativa do DF.

10 – O diretor do Detran-DF, José Alvez Bezerra, protegido do deputado federal Paulo Tadeu (PT), “brilhou” no Jornal Nacional de ontem, tentando explicar a ineficiência do órgão que dirige em relação as faixas de pedestres. Até o último dia 31, sete pessoas haviam morrido ao tentar atravessar as faixas no DF.

11 – A esperança de novidade do PEN no DF é a candidatura a distrital do jovem Todi Moreno.

12 – O otimista secretário de Justiça e presidente do PEN-DF, Alírio Neto, garante que o partido terá candidato à presidência da Câmara Legislativa do DF. Há quem diga que é ele mesmo.

13 – Dois deputados distritais devem enfrentar um processo de cassação ainda este ano: Raad  Massouh (PPL) e Aylton Gomes (PR).

14 – Supostos interlocutores do presidente do PMDB-DF e vice-governador do DF, Tadeu Filippelli, procuraram o ex-governador Joaquim Roriz (sem partido) sugerindo o início de uma possível reaproximação. Roriz  avalia o assunto.

15 – O GDF bateu um recorde histórico no Jornal Nacional de ontem (10/9). Na mesma edição, o DF apareceu com três reportagens negativas: as mortes anunciadas no Caje, os apagões da CEB e as faixas de pedestres que o Detran não consegue sequer mandar pintar quanto mais fiscalizar.

16 - O deputado distrital Olair Francisco precisa reciclar a sua assessoria. Os últimos episódios recomendam tal providência.

17 - A secretária da Criança, Rejane Pitanga, está perdidinha em relação a crise do Caje. Ele não domina o assunto.

18 – Por falar em apagões, quando é que vão abrir o que se chama de “caixa preta” da CEB?

19 -     O sonho do secretário de Saúde, Rafael Barbosa, é ser deputado federal. Só que o governador Agnelo Queiroz teria fechado: quer Rafael no Tribunal de Contas do DF. Ele vai para o sacrifício. E que sacrifício...

20 - O presidente do PSDB, Marcio Machado, se diz intrigado com o fato do governador Agnelo Queiroz ter apenas 9% de aprovação, mas tem o apoio de 90% dos deputados distritais. Simples: pesquisa não oferece cargos.

21 - O padre Moacir, da Paróquia São Pedro, de Taguatinga Sul, resolveu ampliar seus domínios. Ele escalou o seu “empregado”, o  deputado Washington Mesquita (PSD), para brigar pela Secretaria do Trabalho. Vai que o governador Agnelo Queiroz aceita.

 22 - Um internauta pergunta se a hoje deputada federal Erika Kokay (PT) vai pedir intervenção federal no DF. Lembra que durante um dos governos de Joaquim Roriz a parlamentar pediu a intervenção em função de uma morte no Caje. Hoje já são três mortes.

 

fonte: estaçãodanoticia