23jul/120

‘A ficha ainda não caiu‘, diz pai de David Meira

O corpo do atleta David Henrique Conrado Meira, de 19 anos, atingido por uma tabela de basquete no dia 12 deste mês, está sendo velado nesta segunda-feira (23) no Ginásio de Esportes de Sobradinho, no Distrito Federal, cidade onde ele começar a treinar ainda criança. O enterro está marcado para as 17h no cemitério da mesma cidade.

David Meira morreu na madrugada deste domingo (22) no Hospital de Base de Brasília em decorrência de pneumonia e traumatismos raquimedular e crânio-encefálico, informou o pai do jovem, Márcio Lopes Meira, que estava de posse do laudo produzido pelo Instituto Médico-Legal (IML).

O atleta ficou gravemente ferido ao ser atingido no pescoço pela tabela que caiu após uma "enterrada" durante os treinos do time sub-22 de basquete do UniCeub/BRB Brasília. O incidente aconteceu no clube da Associação de Empregados da Companhia Energética de Brasília, na 904 Sul, que aluga a quadra para o time.
 
Durante o velório, familares e amigos vestiram uma camiseta branca com a frase "Força David", usada durante o perído que o rapaz ficou internado no Hospital de Base. O pai do atleta fez questão de usar a camisa que o filho vestia durante as partidas do UniCeub.
 
 Na saída do Instituto de Medicina Legal neste domingo, Márcio Meira afirmou que a família tentava se preparar para esse momento. “Há três dias a gente estava se preparando para isso. Quer dizer, tentando.” Segundo o pai do jovem, a doação de órgãos não será possível por causa de agravantes do quadro, como a pneumonia.

 Equipe

O técnico de David Meira, Ronaldo Pacheco, disse durante o velório que a equipe do UniCeub vai continuar unida pelo atleta. "A perda é muito grande. O David era um garoto que corria atrás dos sonhos e a equipe vai continuar junta e unida por ele. Perdemos ele de uma forma que não dá para explicar. Ele vai fazer falta, tinha muita vontade de aprender, corria atrás e sem dúvida vai estar com a gente o tempo todo. O time vai participar da competição [em agosto] em nome do David".
 
O ala da UniCeub/BRB Frederico Ross também foi ao velório na manhã desta segunda. O jogador reforçou que o time irá disputar o campeonato como uma formar de homenagerar David. "O sentimento de toda a equipe é de muita tristeza. A gente do Brasília vai honrar o David e que a gente possa esquecer o acidente, porque ele nós jamais iremos esquecer." Ross chorou depois da entrevista.
 
Investigação

A 1ª Delegacia de Polícia do Distrito Federal investiga as causas do acidente com o atleta e apura se houve algum tipo de negligência.

 Segundo os peritos, análises laboratoriais complementares dos componentes da tabela que foram recolhidos no local permitirão chegar às causas do acidente. O prazo oficial para a conclusão do laudo é de 30 dias, contados a partir do último dia 13.

BRB e UniCEUB lamentam 

O BRB e o UniCEUB lamentam o falecimento do atleta David Henrique Conrado Meira, ala-pivô da categoria Sub22 do time de basquete UniCEUB/BRB/Brasília. O jogador esteve hospitalizado por 10 dias, e veio a óbito na madrugada deste domingo (22.07). Lamentamos o ocorrido e oferecemos aos familiares e amigos nossos sinceros sentimentos. Com informações do G1