22jul/130

Agnelo Queiroz participa de cerimônia de boas vindas ao Papa Francisco I

Governador presenteou o pontífice com um terço de metal e pedras brasileiras em cerimônia realizada, hoje, no Palácio do Guanabara, no Rio de Janeiro

nh

Agência Brasilia

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, deu de presente ao papa Francisco I um terço, de metal e pedras brasileiras, feito pelos detentos de Brasília, dentro do projeto da Fábrica Social. Agnelo foi uma das autoridades convidadas para a cerimônia de boas vindas ao papa, no início da noite de hoje, no Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. O papa está no Rio para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que começa amanhã e vai até o dia 28 de julho.

"É um presente simples, mas muito bonito. Feito com muito carinho e esmero pelos detentos de Brasília. É uma honra muito grande que esse presente - produto de um de nossos projetos na Fábrica Social -, seja uma das lembranças oficiais dadas ao papa, nessa sua visita, dentro das celebrações da Jornada Mundial da Juventude", comentou o governador.

O papa Francisco I chegou ao Rio de Janeiro, vindo em um avião da Alitalia, às 15h45, e foi recebido na Base Aérea do Galeão pela presidenta Dilma Rousseff e outras autoridades. Dali, ele seguiu em carro fechado até a Catedral do Rio de Janeiro, onde embarcou no Papamóvel para um desfile pela cidade. De lá foi recebido no Palácio Guanabara, onde já o esperavam o governador Agnelo e outras autoridades convidadas. A primeira dama do Distrito Federal, Ilza Queiroz, acompanhava o governador.

"Cristo abre espaço para os jovens, porque eles não têm medo de arriscar a vida que possuem", disse o papa, em seu primeiro discurso em terras brasileiras. "Abre espaço, pois sabe que energia alguma pode ser mais potente que aquela que desprende do coração dos jovens quando conquistados pela experiência da sua amizade. Cristo bota fé nos jovens e confia-lhes o futuro da sua própria causa: 'Ide, fazei discípulos'"......

"Foi um discurso muito bonito. Emocionante, para uma festa que promete ser emocionante, com esses milhares de jovens de todas as partes do mundo, irmanados pela mesma fé", comentou Agnelo.

Amanhã, o governador Agnelo permanece no Rio de Janeiro. Ele deverá assistir à missa de abertura da Jornada Mundial da Juventude, que será presidida, a partir das 19h, pelo arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, presidente do Comitê Organizador Local da JMJ.