24ago/130

Ampliação de carga horária beneficiou mais de 3,7 mil servidores da Saúde

 Médicos, enfermeiros e técnicos puderam ampliar contratos para até 40 horas semanais, o que reforçou o atendimento a pacientes na rede pública

Ampliação de carga horária beneficiou mais de 3,7 mil servidores da Saúde

 Secretaria de Saúde

 Além de nomear mais de 12 mil servidores em dois anos e oito meses de gestão, o atual governo também concedeu contrato de 40 horas semanais para 3.766 servidores que pediram ampliação de carga horária, segundo balanço divulgado esta semana pela pasta. 

"Conceder (contrato de) 40 horas é extremamente importante para aumentar o quantitativo de horas trabalhadas, sem a necessidade de novas contratações", destacou hoje a subsecretária de Atenção à Saúde, Rosalina Sudo, ao defender que a ampliação da carga horária de servidores tem impacto no atendimento aos pacientes. 

Na Estratégia Saúde da Família, a liberação de contratos de 40 horas é fundamental para que o programa desenvolvido pela rede pública do DF seja reconhecido e receba repasses de recursos do Ministério da Saúde..... 

"O ministério só enxerga as equipes consistidas, ou seja, aquelas que estão completas e contam com todos os servidores com 40 horas de trabalho semanal", afirma Rosalina. O DF tem atualmente um total de 210 equipes, das quais 188 têm carga horária completa. 

A maioria dos contratos (2.039) foi concedida a técnicos de saúde – servidores de nível médio como os técnicos de enfermagem e os técnicos administrativos. 

Em seguida, foram atendidos os pedidos dos especialistas em saúde, servidores de nível superior como nutricionista, psicólogos, assistentes sociais e farmacêuticos (636). 

Enfermeiros obtiveram 555 concessões, os médicos, 387, e os dentistas tiveram 34 pedidos de ampliação de carga horária aceitos.Também foram beneficiados 86 auxiliares em Saúde e 29 servidores da carreira de política de gestão pública, mais conhecido como carreirão. 

ATENDIMENTO- A Unidade de Radiologia do Hospital Regional do Gama (HRG) foi um dos serviços favorecidos pela ampliação de carga horária, já que 22 técnicos de radiologia passaram a fazer uma jornada maior. 

"A equipe estava sobrecarregada, e com as 40 horas conseguimos melhorar a escala de serviço e prestar uma assistência com mais qualidade aos usuários", salientou a chefe do setor, Lindionora Ribeiro Sousa. 

Segundo ela, um aparelho de raios X que estava desativado por falta de técnicos voltou a funcionar, o que agilizou os exames dos usuários atendidos pela emergência.