27ago/130

Aumento salarial beneficiará mais de 60 mil servidores do GDF

Projeto de reestruturação de 22 carreiras do serviço público local foi enviado hoje à Câmara Legislativa e representará impacto de R$1,2 bilhão aos cofres públicos em três anos

Banner_32

 Agência Brasilia

Mais de 60 mil servidores de 22 áreas do serviço público do Distrito Federal terão as carreiras reestruturadas e, por consequência, ganharão aumento salarial com o pacote de planos de carreira enviado hoje à Câmara Legislativa.
 
"Essa medida deixa o servidor mais valorizado e motivado. Com o (plano de) carreira ele sabe que progredirá (no serviço público). São conquistas que não se medem só com o percentual do momento, mas que irão para a vida toda dos servidores", destacou o governador Agnelo Queiroz ao assinar os projetos de lei.
 
A expectativa do governo é ver todos os PLs de reestruturação de carreiras aprovados ainda este ano na Câmara Legislativa, para que os aumentos comecem a ser aplicados, no máximo, até o início do próximo ano.
 
Os integrantes dessas carreiras se somam a outros 42 mil trabalhadores da Segurança Pública (bombeiros, PM e policiais Civis), 36 mil da saúde (enfermeiros, odontólogos e assistentes de saúde) e 65 mil da educação (magistério e auxiliares), que tiveram as carreiras ajustadas no primeiro semestre.
 
Das 28 carreiras que compõem a Administração Pública do DF, apenas servidores de Gestão Fazendária, do DETRAN e da Agricultura ainda precisam fechar acordo com o governo. "Nós continuaremos negociando dentro do mesmo parâmetro das outras categorias", garantiu o governador.
 
IMPACTO- A reestruturação das 22 carreiras anunciada hoje prevê aumento em três parcelas (2013, 2014 e 2015), com impacto de R$184,9 milhões nos cofres públicos neste primeiro ano, de R$659 milhões no segundo ano e impacto total de R$ 1,2 bilhões quando for completamente implantado.
 
"Foi preciso dividir esses ajustes salariais em diversos meses, alguns em setembro e outros em novembro ou começando em 2014. Se não fosse assim, não seria possível atender esse conjunto de carreiras", explicou o secretário de Administração Pública, Wilmar Lacerda.
 
EXEMPLOS- Os aumentos acordados com as categorias podem chegar a 66% quando totalmente implantados, em 2015, como no caso dos médicos do DF, que terão o melhor piso salarial do país com a primeira parcela do aumento a partir de setembro
 
"Este ato pode ser considerado um marco na história do servidor público do DF. Nunca se viu a assinatura de tantos projetos reestruturando carreiras", destacou o presidente de honra do Sindicato dos Servidores Públicos Civis da Administração Direta (Sindireta), Severino de Oliveira.
 
A carreira de Políticas Públicas e Gestão Governamental (PPGG) também será reestruturada completamente e passará a ter característica transversal, ou seja, estará presente em todos os níveis governamentais.
 
CONFIRA A LISTA DE CARREIRAS QUE SERÃO REESTRUTURADAS:

  • Apoio às Atividades Policiais Civis
  • Assistência Pública à Saúde
  • Atividades Complementares de Segurança Pública
  • Atividades Culturais
  • Atividades do Hemocentro
  • Atividades do Meio Ambiente
  • Atividades em Transporte Urbano
  • Atividades Penitenciárias
  • Auditoria de Atividades Urbanas
  • Auditoria de Controle Interno
  • Auditoria Tributária
  • Cirurgião-Dentista
  • Fiscalização de Atividades de Limpeza Urbana
  • Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos
  • Médicos
  • Músico da Orquestra Sinfônica
  • Planejamento e Gestão Urbana
  • Políticas Públicas e Gestão Governamental
  • Procurador, Assistência Jurídica e Defensor Público
  • Assistência Social