2set/130

Câmara Legislativa entre a cruz e a espada

camara

Esta semana promete ser crucial para a permanência ou saída do Deputado Distrital Raad Massouh da vida pública tendo em vista que terça-feira (3) às 10h30 será proferida a leitura das 19 folhas do parecer de cassação do parlamentar pelo Deputado Claudio Abrantes que entregou na quinta-feira (29) de agosto o parecer na Comissão de Constituição e Justiça que irá analisar a constitucionalidade e legalidade do processo que já tramitou na Corregedoria e na Comissão de Ética.

Apesar da pequena pressão popular para que Raad seja cassado o couro deve engrossar esta semana com manifestações pela saída e também manifestações para que o parlamentar continue exercendo mandato. Alguns parlamentares também estão na duvida de como deverão votar em plenário mesmo o voto sendo aberto á aqueles que acreditam que Raad pode ser inocente e que até o momento só indícios e nenhuma condenação judicial e que o julgamento pode ser precipitado e no futuro caso o parlamentar seja absolvido pelo judiciário não poderá mais recuperar sua imagem.....

Corre nos bastidores do legislativo que Massouh, esta analisando a possibilidade de entrar na justiça para conseguir uma liminar que daria o direito dos parlamentares ao voto secreto artificio este que ajudaria na absolvição. Semana passada onze deputados declararam que caso seja expedida a liminar irão declarar o voto antecipadamente.

Mas como a população poderá ter certeza que realmente quem declarou o voto o proferiu da mesma forma em plenário?

 

Fonte: blogdocafezinho