2set/130

Consumo de pescados pode aumentar em até 30% no DF

"Semana do Peixe" foi lançada hoje no Ceasa com incentivos para o desenvolvimento da piscicultura na capital

Consumo de pescados pode aumentar em até 30% no DF

  Kelly Ikuma, da Agência Brasília 

 O consumo de pescados no DF deve aumentar em 30% com as atividades programadas para a 10ª edição da "Semana do Peixe", lançada hoje nas Centrais de abastecimento do DF (Ceasa), e que acontecerá até o dia 15 de setembro em todo o país. 

"Essa é a segunda vez que Brasília é escolhida para sediar a abertura desse grandioso evento e a meta do governo é transformar a capital do país em referência na produção de pescados com o incentivo do governo federal", afirmou o governador em exercício, Tadeu Fillippeli. 

O convênio entre o GDF e o governo federal prevê, aproximadamente, R$4,5 milhões em investimentos para o desenvolvimento da piscicultura na capital. "Brasília caminha para ser exemplo nacional nessa área com a criação Centro de Referência em Piscicultura", ressaltou hoje o ministro da Pesca, Marcelo Crivella.... 

O centro, com funcionamento previsto para o segundo semestre de 2014, terá laboratórios para estudos sobre a nutrição dos peixes, estruturas de reprodução e estocagem de alevinos (filhotes de peixe), estruturas para reprodução de espécies nativas e exóticas, além da construção de usina de ração de pequeno porte. 

O presidente da "Associação dos Aquicultores e Pescadores Artesanais da Região Integrada de Desenvolvimento do DF e Entorno" (Haja Peixe), Francisco Pereira Baia, disse que o próximo passo é diminuir ainda mais o preço do pescado no DF. 

"Estamos fechando parcerias com produtores locais de ração para que o preço dos peixes seja ainda mais acessível, pois, para que possamos repassar um valor mais baixo aos consumidores, temos que diminuir os custos da produção", afirmou. 

MERCADO DO PEIXE - O presidente da Ceasa-DF, Wilder Santos, disse que a previsão é aumentar as vendas no "Mercado do Peixe" em torno de 10% a 15% com a campanha, que tem como slogan "Delícia com Sabor de Saúde" e ressaltou que os preços foram mantidos desde o ano passado. 

De acordo com Santos, o horário de funcionamento do local foi ampliado para facilitar a visitação do público. "Vamos funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e sábado, das 6h às 15h, durante a campanha nacional", explicou. 

CONSUMO - De acordo com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF), cada morador do DF consome, em média, 14kg de peixe por ano, quantidade maior que a média nacional, de 9kg, e que também supera os 12 kg recomendados pela Organização Mundial da Saúde. 

Segundo o Ministério da Pesca, em 2012, o consumo nacional de pescado aumentou em 20% durante a campanha, e houve redução de 24% no preço do pescado. Para este ano, o órgão acredita que a diminuição dos preços chegue a 25% em supermercados e feiras de todo o país. 

A campanha promove uma série de iniciativas em torno do pescado, como cursos, palestras, seminários, festivais gastronômicos, degustações, campeonatos, promoções em supermercados, distribuição em caminhões-feira e povoamento de alevinos em açudes e represas.