8out/150

DECISÃO NO TSE DEIXOU DILMA ARRASADA, NA TERÇA

ELA FICOU PÁLIDA AO SABER QUE CAMPANHA SERIA MESMO INVESTIGADA

A FOTO MOSTRA DILMA JÁ PÁLIDA E ABATIDA, APÓS SER INFORMADA DE QUE TSE MANDOU INVESTIGAR DINHEIRO ROUBADO FINANCIANDO SUA CAMPANHA. (FOTO: VALTER CAMPANATO/ABR)

Dilma chegou bem disposta à abertura do Congresso da Abert, terça (6) à noite em Brasília, mas o sorriso sumiu quando, já no palco, um assessor se aproximou e contou ao seu ouvido que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia sacramentado a decisão de investigar a denúncia de dinheiro roubado da Petrobras em sua campanha. Ela desabou: empalideceu, abaixou a cabeça, fechou a cara e ficou meio aérea.

Chamada a discursar no evento da Abert, ainda desnorteada, Dilma fez discurso em que não disse coisa com coisa. Depois, bateu em retirada.

Como presidente, Dias Toffoli só precisava votar para desempatar, mas, na sessão de terça, fez questão de votar favorável à investigação.

Assessores dizem que Dilma “não aceita” o comportamento do ministro Dias Toffoli. É que o presidente do TSE anos atrás foi advogado do PT.