5jun/120

Ex-deputado Júnior Brunelli pode ser libertado hoje

 O ex-deputado distrital Júnior Brunelli conta as horas para ganhar a liberdade. Preso há dez dias, ele deverá deixar a cela que ocupa na carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE) até a meia-noite de hoje. A Polícia Civil decidiu que não pedirá a prisão preventiva do ex-parlamentar, investigado por crimes como lavagem de dinheiro, peculato, uso de documento falso e formação de quadrilha.

Investigações conduzidas pela divisão Especial de Combate ao Crime Organizado (Deco) apontaram para a suposta participação de Brunelli em um esquema que teria desviado recursos públicos por meio de emendas parlamentares que beneficiaram a Associação Monte das Oliveiras (AMO) – vinculada a igreja Casa da Benção –, que é administrada por seus familiares.

De acordo com o diretor da Deco, Henry Lopes, Brunelli é investigado especificamente por um valor de R$ 1,7 milhão, que teria sido repassado por meio das emendas pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest) entre 2008 e 2009. “Existem indícios sobre outros repasses, mas o inquérito trata apenas desta quantia”, explicou o delegado. A fraude pode ter chegado a R$ 3,6 milhões.Informações do Jornal de Brasília