18jun/120

Governador Agnelo Queiroz anuncia ampliação de leitos de UTIs

 Em cerimônia no centro de convenções, governador deu posse a 635 novos servidores da Saúde

 Brasília, 18 de junho de 2012 – O governador Agnelo Queiroz, acompanhado do vice-governador, Tadeu Filipelli, deu posse esta manhã, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, a 635 novos profissionais do quadro da Secretaria de Saúde do DF (SES/DF). Em seu discurso, Agnelo Queiroz anunciou que pretende zerar amanhã a lista de espera para ocupação de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da rede pública do Distrito Federal. Hoje existem 26 pacientes à espera de uma vaga. O aumento do número de leitos acontecerá com o auxílio dos novos servidores e a inauguração, amanhã, de 55 novas vagas nos hospitais de Base, Materno Infantil e de Santa Maria.

 Os leitos somam-se aos outros 90 entregues à rede pública do DF desde o início do atual governo. Segundo o governador, a ampliação das UTIs prosseguirá por todo o segundo semestre. “Até o final do ano, nós seguramente alcançaremos a autossuficiência em UTI para nossa demanda. Em apenas dois anos de governo vamos praticamente dobrar o número de leitos das UTIs criados nos últimos 50 anos e até o fim de 2012 vamos chegar a mais de 200 novos leitos”, anunciou.

Clínicas de Família – O novo efetivo da rede de saúde auxiliará o governo em outras frentes, com destaque para a atenção primária. O objetivo é desafogar as emergências dos hospitais, ainda hoje utilizadas como porta de entrada do sistema de saúde, com o encaminhamento de parte dos profissionais às clínicas de família.

 “O grande foco do nosso trabalho é a atenção primária e a estratégia de saúde da família, a qual parte dos novos servidores se dedicará a partir de agora”, destacou o secretário de Saúde, Rafael Barbosa. Entre os profissionais empossados hoje, 128 novos médicos de família reforçarão a especialidade na rede pública.

 O secretário aproveitou a cerimônia desta manhã para anunciar o lançamento no DF do programa Brasil Sorridente. A iniciativa, já existente em outros estados, contará com uma unidade móvel a ser doada pelo Ministério da Saúde. A expectativa do ministério é que, com os 106 novos técnicos de higiene dental recém-empossados, o DF passe a oferecer a maior e melhor cobertura de saúde bucal do País.

Carga horária – A qualificação do atendimento nas UTIs na rede pública também acontecerá por meio do aumento da jornada semanal. A mudança foi anunciada pelo secretário de Administração, Wilmar Lacerda. “Nós aumentaremos de 20 para 40 horas a jornada de uma série de profissionais para atender a UTIs de hospitais do Distrito Federal”.

 Desde o início do atual governo e graças às medidas de contenção de gastos em toda a estrutura do Governo do Distrito Federal, a Secretaria de Saúde nomeou cerca de 6 mil servidores para o setor.

Tomaram posse hoje:

  • 170 enfermeiros
  • 128 médicos de família
  • 106 técnicos de saúde dental
  • 60 fisioterapeutas
  • 50 administradores
  • 30 técnicos em radiologia
  • 29 técnicos administrativos
  • 20 técnicos em nutrição
  • 15 motoristas
  • 11 nutricionistas
  • 9 técnicos em laboratório (patologia clínica)
  • 7 auxiliares de serviços operacionais diversos (patologia clínica)

 Os servidores ocuparão diferentes unidades da rede pública de saúde do DF.

 

fonte: Agência Brasilia