20jul/120

Governador Agnelo Queiroz visita parque industrial na China

Delegação do DF conheceu modelo de sucesso em desenvolvimento econômico e tecnológico. “É o caminho que vamos trilhar no DF”, anunciou Agnelo Queiroz

Brasília, 20 de julho de 2012 – O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e sua comitiva chegaram nesta sexta-feira à China, onde visitaram o Parque Industrial e Tecnológico de Suzhou. A meia hora de Xangai, o local é um grande complexo de desenvolvimento econômico.

 “Aqui estamos vendo uma área de grande desenvolvimento tecnológico. Em Brasília já temos a ideia, o objetivo”, destacou o governador Agnelo Queiroz. “Vimos como fazer este crescimento planejado, sustentável e com qualidade de vida, gerando emprego e renda no Distrito Federal. Este é o caminho que vamos trilhar no DF”, reforçou.

 O governador Agnelo Queiroz foi recebido pela cônsul-geral do Brasil em Xangai, embaixadora Ana Cândida Perez, e pelo prefeito do parque industrial, Shen Xiaoying. O local é um grande complexo de desenvolvimento econômico, concebido há 18 anos, inspirado em um modelo já adotado em Cingapura. Por isso, foi construído por meio de uma parceria entre os governos da China e de Cingapura.

 De acordo com o prefeito, a área de alta tecnologia onde hoje vivem e trabalham 700 mil pessoas era, há duas décadas, uma zona rural, com escassez de empregos. Shen Xiaoying explicou que quatro fatores foram determinantes para atrair corporações a Suzhou: o padrão de excelência, com planejamento minucioso; a oferta da infraestrutura necessária para a instalação das empresas; a concessão de incentivos – ou até mesmo isenções – fiscais e a disponibilização de serviços de apoio administrativo, que reduziram a burocracia.

 Além disso, a mão de obra, predominantemente rural, foi capacitada para atuar nos segmentos industriais instalados em Suzhou. O governo é proprietário da terra onde está o Parque Industrial e Tecnológico e concedeu a cada empresa permissão de uso do solo por 50 anos. Já as empresas precisam cumprir rigorosas normas de preservação ambiental.

 Para chegar até o complexo industrial, a comitiva viajou a bordo de um trem-bala, que atinge velocidade de 340km/h e faz o percurso em 30 minutos. De carro, a viagem duraria uma hora e meia.

 Após o Parque Industrial e Tecnológico de Suzhou, a delegação brasiliense seguiu para o Aeroporto Hongqiao, com o objetivo de conhecer o modelo de integração dos sistemas ferroviário e de metrô. O grupo visitou ainda o Bureau de Planejamento Municipal de Xangai.

 Missão - A viagem faz parte da missão internacional do governador, que começou em 13 de julho e já passou por Dubai e Cingapura. Da China, a comitiva brasiliense segue para Alemanha e Itália. O objetivo da missão é divulgar Brasília como centro tecnológico e digital; conhecer os modelos dos melhores polos digitais do mundo e trocar experiências no setor de mobilidade e planejamento urbanos.

 Além do governador, integram a comitiva os secretários de Estado de Desenvolvimento Econômico, Abdon Henrique de Araújo, e de Comunicação Social, Samanta Sallum; o porta-voz, Ugo Braga; a chefe da Assessoria Internacional do GDF, Flávia Malkine; os presidentes da Terracap, Antônio Carlos Lins, e da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB), Carlos Alberto Kock; o diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa), além dos deputados distritais Patrício (presidente da Câmara Legislativa) e Cristiano Araújo, bem como o presidente da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), Antônio Rocha. 

 

fonte: Agência Brasilia