29jun/120

Justiça condena Eurides Brito a pagar R$ 10 mil por danos morais

FotoA ex-deputada distrital Eurides Brito terá que pagar R$ 10 mil por danos morais a Manoel Carneiro de Mendonça Neto, que a acusou de ter permitido irregularidades em licitações e na contratação de professores temporários, em 2002 - época em que era Secretária de Educação do DF -, e por irregularidades em sua campanha eleitoral de 2002.

O recurso que a ex-deputada interpôs contra sua condenação foi recusado por unanimidade pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT). A decisão sobre o recurso foi publicada no Diário de Justiça desta sexta (29).

 

fonte: blogdoclaudiohumberto