23jun/120

Monteiro deve ficar calado na CPMI

FotoOs advogados de Cláudio Monteiro, ex-chefe de gabinete do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir que seu cliente tenha o direito de ficar calado durante seu depoimento na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira. Monteiro foi convocado para depor na sessão da próxima quinta (28).

Isso porque ele é citado em gravações da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal (PF). O pedido de habeas corpus, protocolado no STF, está sob os cuidados do ministro Cezar Peluso. “O habeas corpus tem como objetivo garantir que ele esteja acompanhado dos advogados, ser tratado com urbanidade e ter o direito de permanecer calado”, disse.

 

fonte: Blogdoclaudiohumberto