21set/150

MORO MANDA PF PRENDER EX-EXECUTIVO DA ENGEVIX QUE PAGAVA PROPINA

SOBRINHO ERA O 'HOMEM DA MALA' DA ENGEVIX NA ELETRONUCLEAR

O juiz feferal Sergio Moro mandou a Polícia Federal prender preventivamente nesta manhã José Antunes Sobrinho, ex-executivo da Engevix, dentro da 19ª fase da Operação Lava Jato. São cumpridos onze mandados em Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro, sendo este de prisão oreventiva, outro de prisão temporária, sete de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento.

Preso em Florianópolis nesta operação batizada de "Nessum Dorma" ("Nunca dorme"), Sobrinho já havia sido indiciado pelos rimes de corrupção ativa e formação de quadriha, juntamente com outras 13 pessoas, incluindo José Dirceu, ex-ministro do governo Lula. O ex-executivo é acusado de haver efetuado pagamentos de propina no valor de R$ 140 milhões da Engevix para a Eletronuclear.

A 19ª fase da Lava Jato, segundo a PF, decorrem de investigações nas fases anteriores  - 15ª, 16ª e 17ª. "Apura-se que pessoas tenham intermediado pagamento de vantagens indevidas e agentes públicos e políticos no exterior, em decorrência de contratos celebrados na diretoria Internacional da Petrobras", afirma a PF, em nota.

Segundo as investigações, foi verificado que uma das empresas sediadas no Brasil recebeu cerca de R$ 20 milhões, entre 2007 e 2013, de empreiteiras já investigadas na operação sob a acusação de pagamento de propinas para a obter favorecimento em contratos com a estatal. Os presos serão levados para a Superintendência da PF, em Curitiba.

fonte: Diáriodopoder