4ago/130

Morre morador de rua queimado em praça do DF enquanto dormia

Vítima morreu na manhã de sábado com 63% do corpo queimado. Três homens jogaram gasolina em fogueira, segundo a polícia

Do G1 DF

A Secretaria de Saúde informou que o morador de rua queimado enquanto dormia em uma praça no Guará, no Distrito Federal, morreu na manhã deste sábado (3) após passar três dias internado.

Edivan da Lima Silva, de 49 anos, teve queimaduras em 63% do corpo depois que três homens encapuzados atiraram um saco com gasolina em uma fogueira usada para aquecer um grupo de sem-teto que dormia no local. A Polícia Civil informou que ainda não identificou os suspeitos.

Na última sexta (2), Silva sofreu uma parada cardiorrespiratória e, de acordo com a Secretaria de Saúde, respirava com o auxílio de aparelhos na unidade de queimados do Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Segundo a Polília Militar, testemunhas disseram que Silva dormia em uma praça entre a QI 16 e a QI 18, no Guará, quando os homens encapuzados atiraram gasolina na fogueira. As chamas atingiram a cabeça e o corpo da vítima.....

Silva foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado diretamente para o Hran. Outros três moradores de rua estavam no local, segundo a polícia. O caso está sendo investigado pela 4ª DP.

Uma das suspeitas da polícia é de que outros moradores de rua sejam os responsáveis pelo ataque.

Segundo o delegado Jeferson Lisboa Gimenes, uma das pessoas que estavam dormindo no local se desentendeu com outros moradores de rua na semana anterior ao crime. O alvo do grupo não era Silva, mas sim um homem que não foi atingido pelas chamas e conseguiu fugir