14nov/120

Mulher dá à luz no chão do Hospital de Ceilândia

Ela aguardou atendimento por 13 horas; família diz que não havia médicos. GDF disse que vai apurar se houve negligência no atendimento.

Do G1 DF

Uma mulher teve um bebê na portaria da maternidade do Hospital Regional de Ceilândia, no Distrito Federal, após passar 13 horas à espera de atendimento médico, como mostrou reportagem do DFTV.

Gislene Ramos, de 25 anos, entrou em trabalho de parto por volta de 2h desta terça-feira (13). Ela foi ajudada por pacientes que aguardavam atendimento.

A mãe e o bebê passam bem. Imagens feitas por um celular e mostradas pelo DFTV mostram que duas enfermeiras chegaram minutos depois do início do parto para ajudar. Os pacientes contaram  que uma médica se recusou a atender outras grávidas que estavam na sala de espera.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que a paciente e o bebê receberam todo o atendimento necessário durante a permanência no hospital. Sobre a denúncia de negligência no atendimento, a secretaria disse que será aberto um processo administrativo para apurar o que aconteceu.

De acordo com a família de Gislene, ela chegou ao hospital no início da tarde e não conseguiu vaga na maternidade. A informação é de que não havia médicos.