23jun/120

Nova frota não será suficiente

 

A Comissão de Transporte da Câmara Legislativa foi ao Tribunal de Contas do Distrito Federal buscar informações e o motivo da suspenção da licitação para os novos ônibus. Uma das preocupações levadas pelos distritais é sobre o acréscimo do número de assentos, de apenas 785. Atualmente, a frota do DF tem 2.897 veículos e a licitação pede 2.457 novos carros. 573 ônibus permanecerão, totalizando 3.030 coletivos. 

Mas é preciso fazer uma ressalva: a maior reclamação dos passageiros refere-se a superlotação. Se a licitação não trouxer mais ônibus do que está no edital, pouca coisa vai mudar. Só para se ter uma ideia, de 2000 a 2011, a população do DF cresceu 27%. E o aumento que querem dá de assentos é de 0,83%. A deputada Eliana Pedrosa (PSD), inclusive, já chamou atenção nesta semana em Plenário.

 

fonte: blogdoodir