7ago/120

Novo impulso à tese da reeleição

 

 O lançamento formal da nova vertente do PT do Distrito Federal, Construindo uma Nova Brasília, está marcado para amanhã e pode ter efeitos imediatos no balanço de poder da capital. Embora nada exista de oficial nesse sentido, os integrantes da vertente tendem a apoiar a reforma da Lei Orgânica do Distrito Federal para permitir a reeleição da Mesa Diretora – e, por tabela, de seu presidente Patrício (foto).

JÁ SE SABE O QUE É PIOR

A Democracia Socialista, corrente do PT brasiliense que tem à sua frente a deputada Arlete Sampaio, divulgou nota, ontem, sobre a criação da vertente. Qualifica esse movimento como “um rearranjo interno para justificar as disputas pela direção partidária, assim como por espaços no governo”. Trata a CNB, porém, com certa simpatia, na medida em que critica os adversários da corrente, ao dizer que não se deve “transferir para o governo as disputas por espaço individualizadas” e que “pior ainda é o governo optar por relacionar-se exclusivamente com um pedaço do PT”.

HABILITAÇÃO AO ESPÓLIO

Tem gente desconfiada de que a nota representa movimento do grupo de Arlete para se credenciar, caso a reeleição não der certo, a receber o espólio de Patrício. Afinal, também circula nas imediações da Democracia Socialista o deputado federal Paulo Tadeu, aliado histórico do presidente da Câmara.

 

Fonte: Jornal de Brasilia