22jul/120

Paulo Octávio é assediado por partidos

 Uma evidência de que o ex-vice-governador e empresário Paulo Octávio não abandou o sonho de voltar à política é o número de lideranças dos mais variados partidos no Distrito Fe­deral que o tem procurado ultimamente. Mesmo às vésperas do julgamento pelo Supremo do escândalo Caixa de Pandora, rara a semana em que PO não recebe uma “espetada”, conforme ele brinca, de alguém convidando a se filiar numa legenda.

Enquanto o futuro não chega, PO continua tocando suas em­presas e fazendo política. Tanto que ele não deixa nenhuma liderança, por mais simples que seja, sem receber atenção. Um líder de uma cidade satélite contou que esteve com PO e ouviu dele que “assim que resolver esta questão (mensalão do DEM) na Justiça, vai pensar sobre a política do DF”. Sinal de que ele realmente pensa em disputar um cargo eletivo em 2014. Informações do jornal Opção