24dez/150

Politica: salvo nos 45′

Prudente

Divulgação

O aumento aprovado pelos parlamentares por falta de comunicação da alíquota do IPVA em 0,5% sobre veículos novos deixou muita gente sem entender o resultado final da votação.

A proposta dos distritais tinha como objetivo votar projetos de prorrogação de isenções para deficientes físicos, taxistas, templos religiosos e UnB. Mas o final de 2015 virou frustração para a maioria da casa legislativa que acabou votando sem o entendimento da maioria de um acréscimo de 0,5% no IPVA das aquisições de carros novos.

O distrital Rafael Prudente que participou da sessão foi salvo nos "45 do segundo tempo" e ficou fora da relação dos parlamentares que aprovaram a proposta, o parlamentar peemedebista estava fora do plenário no momento da votação.

fonte: Redação