18mar/150

PT perdeu para o PMDB o jogo da reforma política

MERVAL PEREIRA

  O que o PT quer com a reforma política, na verdade não é o financiamento público, mas sim a lista fechada. O problema é que ela só existe com financiamento público. O partido acredita que, aprovado o financiamento público, o Congresso seja levado a aprovar a lista fechada, que nenhum dos outros partidos, especialmente o PMDB, quer. Eles querem que tudo continue como está, com algumas mudanças essenciais, como o fim das coligações proporcionais e a cláusula de desempenho, entre outras. O financiamento público só favoreceria o PT e levaria à lista fechada.

A questão do financiamento público está no STF porque a OAB apresentou uma Ação de Inconstitucionalidade - ADIN - sobre financiamento privado, para tentar proibí-lo. Mas todo mundo acha que isso foi feito em combinação com o PT. Caso o STF aprove o financiamento público, o PT acredita que o Congresso seja forçado a  a aprovar a lista fechada. Por isso, o Ministro Gilmar Mendes pediu vistas do processo, que na verdade já está aprovado, e vai ficar com ele até que o Congresso resolva o que quer fazer. O Ministro acha que é o Congresso quem deve definir o sistema eleitoral e  que isso é uma manobra do PT para aprovar o que quer. Esse jogo o PT já perdeu para o PMDB, que vai aprovar uma reforma muito mais lógica. Precisa apenas ter regulamentação eficaz.

fonte: blogdomerval