13dez/120

Recanto das Emas ganha Clínica da Família

Com a nova unidade, cidade chega a 60% de cobertura da saúde primária

Agência Brasília – O atendimento à saúde no Recanto das Emas foi reforçado com a inauguração da quinta Clínica da Família do Distrito Federal. A unidade é maior que as demais e atua com sete equipes de Saúde da Família. Apesar de estar em funcionamento há 15 dias, ela foi aberta oficialmente nesta quinta-feira (13) pelo governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz. Foram investidos R$ 4 milhões na obra do Recanto das Emas, que agora passa a ter 60% de cobertura no atendimento primário de saúde.

Durante a solenidade, foi anunciada a construção de outras seis Clínicas da Família e de cinco Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), que começam a ser erguidas a partir de janeiro de 2013.

“Com a inauguração desta Clínica da Família, estamos avançando com qualidade na saúde primária do Recanto das Emas. Esta é uma unidade especial, maior, com mais equipes para atender a população com todo o carinho e cuidado de que ela precisa”, afirmou o governador Agnelo Queiroz.

A unidade atende moradores de 16 quadras da cidade – da 103 à 110, 205, 206, 300, 301, 406 e 407. A Clínica da Família do Recanto das Emas conta com médicos da família, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas e técnicos de saúde bucal. As instalações incluem 12 consultórios, sete gabinetes odontológicos, salas para nebulização, vacinas, curativo, medicação e farmácia. Além disso, o prédio é adaptado para receber pessoas com necessidades especiais e possui espaço para palestras.

“Esta estrutura vem completar o modelo adotado por esta gestão, que dá prioridade à saúde primária e acaba com o padrão perverso que centralizava todo o atendimento nos prontos-socorros dos hospitais”, salientou o secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa.

“Talvez algumas pessoas ainda não compreendam o que está sendo feito, mas, com as duas unidades que serão entregues até o ano que vem, teremos 80% de cobertura no Recanto das Emas, deixando apenas os casos mais graves para serem atendidos em hospitais”, completou o secretário de Saúde.

O administrador regional da cidade, Stênio Pinho, ressaltou a melhoria na saúde da região. “Hoje, temos certeza de que o Recanto das Emas está sendo bem assistido, graças ao esforço do governador. Este é mais um salto na qualidade de vida da nossa população.”

Reabilitação – A Clínica da Família do Recanto das Emas será a primeira a oferecer reabilitação fisioterápica aos pacientes. O objetivo é que todas as unidades possam realizar o procedimento sem necessidade de grandes deslocamentos dos pacientes.

Saúde primária – A construção de unidades de atendimento primário e a contratação de equipes de Saúde da Família fazem parte da mudança de modelo da assistência hospitalar. O novo sistema permite que a população seja atendida por profissionais de diversas áreas em unidades de urgência e emergência, deixando para os prontos-socorros apenas os casos mais graves, evitando, assim, a superlotação dos hospitais.

“Com a entrega dessas unidades estamos garantindo que a população do DF tenha atendimento de saúde de qualidade e gratuito, com bom funcionamento de toda a rede”, destacou Agnelo Queiroz.

A rede que compõe o atendimento primário se inicia com a visita dos agentes de Saúde a cada domicílio, com atenção especial aos pacientes já em tratamento. Após a primeira avaliação, decide-se sobre a necessidade de marcar consulta ou não. Os pacientes agendados são encaminhados à unidade que possua o profissional apto a atender a patologia.

UPAs – O secretário de Saúde, Rafael Barbosa, anunciou, para o primeiro semestre de 2013, a construção de cinco Unidades de Pronto Atendimento – em Ceilândia, Taguatinga, Planaltina, Plano Piloto e Sobradinho II.

Ceilândia também receberá três das seis Clínicas da Família previstas. As novas unidades reforçarão a estrutura da cidade, que hoje atende pacientes vindos da região do Entorno.

Também participaram da cerimônia a secretária de Comunicação Social, Samanta Sallum, o secretário-adjunto de Saúde, Elias Miziara, e os deputados distritais Roney Nemer e Chico Vigilante, além de lideranças comunitárias