26out/150

REJEIÇÃO DE LULA PULA DE 33% PARA 55%, REVELA IBOPE

DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO ABALARAM A IMAGEM DO EX-PRESIDENTE

APESAR DA REJEIÇÃO, O ÍNDICE DOS QUE VOTARIAM EM LULA É MAIOR DO QUE A DOS ADVERSÁRIOS (FOTO: ABR)

A rejeição ao ex-presidente Lula disparou, segundo pesquisa Ibope, divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo, nesta segunda-feira, 26. O percentual dos eleitores que não votariam em hipótese alguma no petista aumentou de 33% (maio de 2014) para 55%. O levantamento foi realizado entre os dias 17 e 21 de outubro.

A pesquisa revela ainda que apenas 23% votariam em Lula numa eventual candidatura do ex-presidente em 2018. Em maio, esse percentual era de 33%.

Na sequência aparecem Aécio Neves (PSDB) com 15%, Marina Silva (Rede), 11%, José Serra (PSDB), 8%, Geraldo Alckmin (PSDB), 7%, e, por fim, Ciro Gomes (PDT), com 4%.

Cresceu menos, mas também cresceu a taxa dos que não votariam de jeito nenhum em Aécio (que passou de 42% para 47% em um ano), Marina (de 31% para 50%), Serra (de 47% para 54% em dois anos). Alckmin e Ciro têm índices de rejeição iguais: 52% (não há comparativo anterior para os dois nomes).

Lula é o mais conhecido entre os políticos, já que apenas 2% o desconhecem. Ciro é o mais desconhecido, por 24% dos eleitores. E não conhecem Alckmin. O percentual sobre Aécio chega a 9% e para Marina, 10%. No caso de Serra, 11% o desconhecem. As taxas não somam 100% porque um eleitor pode apontar que votaria em mais de um candidato ou que não votaria em nenhum deles.

fonte: Diáriodopoder