5jul/160

Repórter é demitida após ser carregada em enchente para não molhar os pés

A jornalista Lydia Cumming, da TV Azteca, foi criticada na web com a hashtag #LadyReportera e perdeu o emprego

"Pede que a carruagem a carregue para não se molhar", brinca o amigo e jornalista José Daniel Hdez. Foto: Reprodução/Twitter

"Pede que a carruagem a carregue para não se molhar", brinca o amigo e jornalista José Daniel Hdez. Foto: Reprodução/Twitter

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Uma jornalista mexicana foi carregada por um casal para não pisar na água durante uma cobertura jornalística, as fotos repercutiram na internet e ela acabou sendo demitida. A repórter Lydia Cumming, da TV Azteca, fazia uma matéria sobre as chuvas que inundaram um bairro Colonia Minerales del Sur, quando foi carregada por um casal. Ela justificou que eles ofereceram ajuda, mas não escapou das críticas. A polêmica começou quando o apresentador mexicano José Daniel Hdez divulgou as imagens da repórter no Twitter. As fotos viralizaram com a hashtag #LadyReportera.  Por conta da repercussão negativa, a TV Azteca divulgou um comunicado anunciando a demissão de Lydia.

A emissora de TV não concordou com a postura da repórter e a penalizou pela falta de respeito com os moradores. "Os colaboradores estão obrigados a respeitar todas as pessoas e o código de conduta da nossa empresa", diz trecho da nota.

Lydia ainda usou as redes sociais pera pedir desculpas através de um vídeo. "Estou ciente da minha falha e as fotos demonstram falta de profissionalismo e tato. Um companheiro fotógrafo tirou as fotos e compartilhou na minha rede social sem intenção de me prejudicar. Fica o aprendizado e a lição. Ofereço desculpa a quem se sentiu afetado por essa situação", diz a repórter.