11jul/120

Águas Lindas: Rodovida Urbano. Maquinário pesado nas vias da cidade.

O programa Rodovida Urbano, do governo do estado e que foi lançado no fim do ano passado, finalmente chegou a Águas Lindas. Maquinário pesado como pá carregadeira, caminhões de rolos compressores e pipas, patrol, basculantes, espargidor e comboio estão em plena atividade. Quem costuma passar pela avenida principal de acesso ao Santa Lúcia pode testemunhar de que a recuperação da pista está sendo executada.

O pontapé de início das obras de recuperação de 300 mil metros quadrados de asfaltamento de ruas e avenidas do município foi dado na manhã da última segunda-feira, dia 02.07, durante cerimônia realizada na entrada principal do Setor Camping Clube.

 “É sabido que um dos maiores problemas de Águas Lindas são as suas ruas esburacadas. Mas é fato que já recuperamos muitas ruas e estamos levando mais asfalto para todo o município. Agora estamos recebendo o Rodovida Urbano que é um presente do governador Marconi Perillo”, disse o prefeito Geraldo Messias.

Conforme ele, aliado ao Rodovida que, neste primeiro momento vai atacar os principais corredores de trafegabilidade da cidade e de ônibus, a sua secretaria de Transporte e Serviços Públicos vai continuar dando seqüência aos trabalhos de recapeamento asfáltico, tapa buracos, limpeza e recolhimento de lixo e entulhos que vem sendo executados por todos os bairros. 

“Aqui no Camping, as três ruas que cruzam deverão ser asfaltadas em uns 20 dias. Queremos uma Águas Lindas limpa e com sua malha viária totalmente recuperada. Nosso município e o povo merecem”, destacou o prefeito. E, de antemão, pediu desculpas pelos transtornos que ações como estas possam provocar. “Mas estamos trabalhando para melhor servir”, arrematou e ordenou ao engenheiro Felipe Fidalgo, responsável pelas obras que colocasse as máquinas para funcionar.

 E o início das obras foi imediato já que o secretário de Obras, Marcos Domingos mapeou todos os pontos críticos da cidade no que diz respeito a asfaltamento. Conforme o engenheiro, a determinação da Agetop (Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas) órgão responsável pela execução do programa é de que, uma vez a obra iniciada, ela deve ser concluída em até 180 dias.

Para a recuperação de vias e avenidas do estado, o programa estipulou quatro tipos de obras específicas como: a reconstrução total da via; recapeamento com concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) e com pré-misturado a frio (PMF) e aplicação de lama asfáltica grossa.

 O Rodovida Urbano vai beneficiar 133 municípios goianos com a recuperação de 13,8 milhões de metros quadrados de ruas e avenidas. Dividido em duas etapas, o programa, que na sua primeira fase está contemplando 81 cidades, divididas em 26 lotes, terá investimentos totais de R$ 123 milhões. Levantamento revela que o estado de Goiás tem 23 mil quilômetros de estradas. Sendo 50% delas asfaltadas e 50% não asfaltadas.