24ago/130

Veja: petista admite que ofereceu propina para aliviar dívida da Oi

Petista ofereceu dinheiro para conselheiro da Anatel evitar quebra da Oi 

Por:   

Vicente Candido

O deputado Vicente Cândido (PT-SP) admitiu que ofereceu propina ao conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Marcelo Bechara, para resolver os problemas da Oi, empresa de telefonia, na Anatel. Segundo publicação da revista Veja desta semana, o petista chegou a entregar uma lista com todos as dificuldades que a companhia tem passado e que poderiam ser resolvidos facilmente pela agência.

capa veja desta semana

Atualmente, a Oi tem perdido valor de mercado e enfrenta dificuldades para investir. Com medo de danos políticos, já que foi uma canetada do ex-presidente Lula que permitiu a grandiosa compra da Brasil Telecom pela Oi, o PT tem feito de tudo para manter a empresa em pé. A ideia é não ter de explicar durante a campanha presidencial de 2014 os motivos da ruína de um megaprojeto liderado pela maior estrela do partido e bancado, em grande parte, por dinheiro público.

Porém, a solução do problema, segundo a publicação, “passa por lobbies obscuros, negociatas entre partidos e até uma criminosa proposta de pagamento de propina a um servidor público em troca de uma ajuda à empresa”. O episódio teria acontecido no início do mês, dentro do Congresso Nacional, onde o deputado Cândido negociou o destino da companhia com Bechara, indicado para o cargo pelo PMDB no dia 6 de agosto.

 

O deputado chamou o conselheiro para conversar e questionou como ficaria a cobrança de multas bilionárias aplicadas à Oi pela agência. Ele pediu para que sua proposta, emplacada no Congresso Nacional e que agora depende de regulamentação da agência, seja aceita. O projeto alivia o caixa da empresa e será debatida em breve no conselho diretor da Anatel.

A dívida da Oi hoje soma mais de R$ 10 bilhões, quando a companhia tem um valor de mercado de apenas R$ 8 bilhões.