13out/150

ZAVASCKI CONCEDE LIMINAR E IMPEDE QUE CUNHA LEVE IMPEACHMENT AO PLENÁRIO

LIMINAR DO STF IMPEDE QUE CUNHA LEVE IMPEACHMENT AO PLENÁRIO

(FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki concedeu nesta terça-feira, 13, liminar que suspende a manobra regimental acertada pela oposição com o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que levaria o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff direto à apreciação do plenário.

O pedido de suspensão foi protocolado pelo deputado Wadih Damous (PT-RJ). Os deputados Rubens Pereira Júnior (PC do B-MA) e Paulo Teixeira (PT-SP) também acionaram o STF. Os parlamentares questionam a recusa de Cunha em suspender o rito de tramitação dos pedidos de impeachment – definido por ele mesmo – numa resposta a uma questão de ordem formulada pelo deputado Mendonça Filho (DEM-PE), em setembro.

Cabe ao presidente da Câmara a decisão de aceitar ou não um pedido de impedimento do presidente da República. À oposição, Cunha esclareceu, entre outros pontos, que não cabe a ele decidir se um presidente da República pode ser responsabilizado por atos de mandato passado. A partir da rejeição de um pedido, deputados poderiam recorrer para reverter a decisão em plenário. 

fonte: Diáriodopoder